segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Duelo em lençóis

Esqueci o calor a dois, o sabor de um beijo, a cumplicidade do abraço. Esqueci de ter, de ser, de sentir... Esqueci!
Esqueci a emoção de ser plural nos planos e sonhos conjugados a dois.
Esqueci o bendito arder da paixão, a sensação de se chegar ao céu, feito caça, ou caçador duelando em meio aos lençóis.
Acostumei a me abraçar só, a me bastar, a mergulhar no fundo de mim mesma, feito acenos de alheios milagres.
Triste sina essa de brincar de amor sozinha..

"SAUDADES"

"SAUDADES"
Nem sempre as palavras que dizemos ou os gestos que praticamos representam aquilo que sentimos.